Entenda os efeitos e danos que o sol pode provocar na pele e no cabelo
22/09/2014

Que é preciso passar protetor solar na pele, todo mundo já sabe. Mas e o cabelo, será que também precisa de proteção? No Bem Estar desta segunda-feira (8), a dermatologista Márcia Purceli e o químico Celso Martins alertaram que sim. A exposição aos raios solares pode acelerar a oxidação da estrutura superficial do cabelo, deixando o fio mais claro. No entanto, vale lembrar que o fato de o fio clarear não é algo positivo já que isso significa que ele perdeu parte de sua camada protetora contra a luz.

Por isso, é fundamental também protegê-lo –  o químico explica, porém, que não existe fator de proteção solar (FPS) para o cabelo como há para a pele, por exemplo.

A dica, portanto, é usar um leave-in (gel de pentear), óleos protetores ou ainda produtos termo-ativados, que podem ter a mesma função de proteção. Além disso, proteções físicas, como bonés e chapéus, também podem ajudar.

Se os fios estiverem ressecados e sem brilho, pode ser que precise de uma hidratação ou de uma cauterização, como explicaram os especialistas. A hidratação devolve a água que o cabelo perdeu e pode ser feita em casa mesmo – sempre lembrando de ler o rótulo dos produtos usados, como explicou a cabeleireira Jô Nascimento na reportagem da Ana Brito. Para quem tem o cabelo um pouco mais danificado, a dica pode ser uma cauterização, que oferece proteína e ajuda a recuperar a estrutura dos fios.

Segundo a dermatologista Márcia Purceli, é importante ressaltar que os cuidados com o cabelo devem fazer parte da rotina, assim como os cuidados com a pele. Muita gente, por exemplo, diz que só usa protetor solar quando faz sol ou vai à praia, mas isso é errado – a médica alerta que não existe dia sem sol e, por isso, é importante se proteger diariamente. Para quem quer tomar sol, a dica é optar pela manhã, antes das 10 horas, quando o risco é menor.

 Veja os vídeos do programa >>>

Compartilhe este post!

Post by admin

Posts Relacionados