Sudeste é a região com maior índice de casos de vitiligo
04/09/2017

Pesquisa inédita sobre a prevalência do vitiligo no Brasil apontou que o Sudeste é a região com maior índice de casos. O levantamento, realizado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), ouviu 17.004 pessoas, em cidades com mais de 300 mil habitantes. As pesquisas foram feitas entre janeiro e julho deste ano.

Ainda não se descobriu por que, proporcionalmente, há mais casos no Centro-Oeste (0,69% da população), no Sudeste (0,66%) e no Norte (0,65%). As regiões Nordeste (0,39%) e Sul (0,40%) registraram os menores números.

No geral, a pesquisa também mostrou que, nos municípios pesquisados, o Brasil tem 97 casos de vitiligo (0,57% dos entrevistados), com 48 diagnósticos em homens e 49 em mulheres com idade de 22 a 46 anos. Na América Latina, de modo específico, no Brasil, não havia dados populacionais consolidados sobre a doença.

“Vamos mergulhar nesses dados e investigar essa variabilidade ocorrida. E, em função da densidade de profissionais no País, avaliar se onde há mais médicos e, consequentemente, mais diagnósticos o número de casos de vitiligo é maior. Também faremos uma análise da composição étnica da população e da irradiação solar anual”, explica Hélio Miot, do Departamento de Dermatologia e Radioterapia da Unesp, um dos coordenadores da pesquisa nacional.

No mundo, a prevalência da doença varia, com mais frequência em africanos, menor em europeus e orientais e maior em mulheres.

Fonte: A Tribuna

Compartilhe este post!

Post by admin

Posts Relacionados