Novidades para controlar a psoríase
27/02/2012

Os portadores de Psoríase no Brasil já dispõem de novas gerações de aparelhos e medicamentos que ajudam muito no controle da doença.

Aparelhos emissores de raios Ultra Violeta B (chamados Narrow Band) vem apresentando resultados muito satisfatórios.

No Narrow Band a radiação UVB é emitida com frequência baixa e picos de 311 nanômetros. Como em qualquer tipo de fototerapia, devemos estar atentos ao risco de câncer de pele, sobretudo em pessoas de pele clara. O uso de óculos de proteção também é obrigatório. Já os aparelhos portáteis representam um avanço porque não é preciso expor o corpo todo à radiação. O método induz a chamada apoptose, uma espécie de suicídio celular das células que atuam na inflamação, e inibe a piora das lesões de Psoríase.

A adesão ao tratamento com o Narrow Band é bem maior do que a Fototerapia convencional (PUVA) porque não há associação com medicação oral.

No caso do PUVA, o paciente tem de se expor à radiação num período determinado após tomar o medicamento e usar óculos de proteção ao longo de todo o dia, dificultando o tratamento.

Fabrício Lamy

Dr. Fabrício Lamy

Membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD)
Professor de Dermatologia do Instituto de Pos-Graduação Medica Carlos Chagas/ Serviço de Dermatologia da Policlinica Geral do Rio de Janeiro

Compartilhe este post!

Post by admin

Posts Relacionados