Mais da metade do Botox usado na China é falso ou contrabandeado
26/03/2018

 

A Associação Chinesa de Plásticas e Estética revelou acreditar que 70% do Botox e do ácido hialurônico, um tipo de preenchimento dérmico, seja falsificado ou contrabandeado ilegalmente para a China.

O vice-presidente da associação, Cao Dequan, estimou que os tratamentos cosméticos realizados com injeção de acordo com os padrões da indústria valeram entre 4 e 5 milhões de yuans (US $ 600.000 a US $ 740.000) em 2016, embora tenha acrescentado que o mercado não oficial foi provavelmente duas ou três vezes maior.

O chefe da seção da Comissão Nacional de Saúde e Planejamento Familiar da Administração de Alimentos e Medicamentos da China, Xing Luwei, disse a um repórter que o atual estado preocupante da indústria de cosméticos é resultado de salões de beleza que realizam práticas ilegais. De acordo com Xing, muitos consumidores desconhecem que os salões de beleza e as organizações de cirurgia plástica estética não são a mesma coisa e avisou que mesmo tratamentos simples de injeção devem ser realizados em uma organização médica adequada.

Existem vários casos de moradores de Hong Kong que adoeceram após os tratamentos de botox que receberam no continente chinês. A botulina bacteriana, que é usada para produzir Botox, é altamente tóxica, e apenas quantidades muito pequenas são usadas na produção. As overdoses podem levar a sérias complicações associadas ao botulismo, como dificuldade para respirar, paralisia e – em um pequeno número de casos – à morte.

A produção de Botox é rigidamente regulada na China, onde apenas duas empresas – a Allergan e o Instituto Lanzhou de Produtos Biológicos – podem produzir e distribuir o medicamento. Um funcionário da Allergan disse que, para garantir a estabilidade do medicamento, todos os materiais são obtidos nos EUA e enviados para a Irlanda para processamento.

Para ler a matéria em inglês na íntegra clique aqui.

Fonte: Sixth Tone

Compartilhe este post!

Post by admin

Posts Relacionados