Doutor, eu tenho… Rinite Alérgica

Doutor, eu tenho… Rinite Alérgica

R$ 4,99

Visualizar sumário

Você já teve a experiência de ir ao médico e não sair totalmente satisfeito? Doutor, é verdade que o uso de remédios para desentupir o nariz faz mal ao organismo? Esta pergunta ficou ali, presa na garganta, mas o médico não deu abertura para tirar a dúvida. Talvez ele estivesse cansado – afinal ele também é humano – e não tenha explicado tudo aquilo que você queria saber sobre o seu problema.

Fora de estoque

Descrição do produto

Prezado leitor,

Em pleno século XXI, muitos pacientes com rinite alérgica não procuram o tratamento adequado por falta de informação e pelo desconhecimento total da doença que os acomete. O objetivo desta publicação é o de fornecer, de uma forma clara e direta, as informações necessárias sobre a rinite alérgica para o público leigo, utilizando linguagem acessível atualizada com várias ilustrações procurando auxiliar no entendimento dos mecanismos desencadeantes e seu tratamento atual. Também serão discutidos os motivos que levam o paciente a aceitar e conviver com a doença.

A rinite alérgica atinge de 15% a 20% da população, cuja maioria está muito alheia sobre as opções de prevenção e tratamento. Por meio de perguntas e respostas objetivas visa orientar os pacientes e seus familiares. É uma doença que tem tratamento focando principalmente na adequação do paciente ao meio ambiente em que vive, no controle dos sintomas com os medicamentos atualmente disponíveis e na melhora da qualidade de vida, incentivando-os a procurar o especialista em Alergia e Imunologia Clínica.

As principais dúvidas são discutidas abordando os seguintes temas descritos abaixo:

• O que é alergia, genética familiar, atopia, mecanismos imunológicos e repercussões sobre as vias respiratórias.
• Interação entre genética e meio ambiente.
• Principais alérgenos intra e extradomiciliares.
• Sinais e sintomas e diagnóstico por meio de testes alérgicos e exames laboratoriais.
• Principais complicações (infecções como a sinusite, otite, faringite e predisposição para o desenvolvimento da asma brônquica).
• Principais informações para profilaxia ambiental.
• Medicamentos utilizados para o tratamento das crises agudas.
• Medicamentos utilizados para o tratamento da intercrise.
• O que consiste o tratamento de imunoterapia dessensibilizante com extratos alergênicos conhecidos como vacina da alergia.
• Tempo recomendado para o tratamento dessensibilizante e sua resposta que é variável entre os pacientes.
• Efeitos colaterais dos medicamentos e da dessensibilização.
• Aborda a discriminação sofrida pelos pacientes alérgicos.
• Diferença entre gripe e alergia.
• Diferença entre imunização e dessensibilização.
• Ganho na qualidade de vida.

O paciente com rinite alérgica sofre calado, não pode se queixar, pois é acusado de fricoteiro, de hipocondríaco e de ser relaxado porque não se trata. Todos comentam que é uma doença que não tem cura. O indivíduo com rinite alérgica vive aprisionado e sem perspectivas. Submete-se a tratamentos paliativos, ouvindo conselhos bizantinos da vovó, da comadre, do vizinho, dos amigos do trabalho, da escola, do convívio social e de especialistas leigos. São susceptíveis a tratamentos mágicos ou mirabolantes correndo vários riscos, daí a importância desta publicação.

Fernando Samuel Sion

  •  
  • Realização
    Protetores da Pele
  • Comunicação
    Visana Comunicação