Ação pelo Dia de Conscientização da Urticária tem apoio do IPP
04/10/2017

Nesta terça-feira, 03/10, o Instituto Protetores da Pele ajudou a promover uma ação pelo Dia de Conscientização da Urticária, celebrado no dia 1o deste mês. Os residentes do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, puderam discutir e aprender mais sobre o tema, além de conscientizar os pacientes, numa ação de orientação e esclarecimento.

DOUTOR, EU TENHO URTICÁRIA

A ação, realizada no Serviço de Imunologia do Hospital, contou com a presença do Diretor do Instituto Protetores da Pele – IPP, Dr. Omar Lupi, e distribuição do livro Doutor, eu tenho urticária. Este é um dos 20 livros que integram a série de livros do IPP. Confira os outros exemplares. 

SOBRE A DOENÇA

A urticária é uma lesão de pele caracterizada pela formação de urticas (daí o nome) ou pápulas, que nada mais são do que elevações circulares, salientes e bem definidas, circundadas por vergões vermelhos (eritema) e inchaço (edema).

A principal característica dessa doença é que suas placas costumam coçar muito e podem surgir de repente, em qualquer região do corpo. Da mesma forma, é comum que desapareçam espontaneamente para ressurgir em outro local.

A urticária é uma reação alérgica que pode ser desencadeada por diversos fatores: alimentos (exemplos: frutos do mar, peixe, amendoim, nozes, ovos e leite), medicamentos, alérgenos comuns (pólen, pelos de animais e látex, por exemplo), fatores ambientais, estresse emocional e exercícios físicos.

A urticária é bastante comum: estudos apontam que cerca de 20%, 25% das pessoas já manifestaram pelo menos um episódio da doença na vida.

Compartilhe este post!

Post by admin

Posts Relacionados