Câncer da pele mata uma pessoa a cada três horas no Brasil
10/01/2016

O câncer da pele mata uma pessoa a cada três horas. A doença avançou 55% no país num espaço de dez anos. Foram 3.300 brasileiros mortos em 2013, segundo a última atualização do Inca, o Instituto Nacional do Câncer, contra 2100 vítimas fatais em 2003.

No mesmo período, foram registraram 2,24 óbitos a cada 100 mil habitantes entre os homens e 1,29 entre as mulheres.

O câncer de pele é dividido, basicamente, em dois tipos. O mais agressivo e letal é o melanoma, que corresponde por 46% das mortes, surge a partir de uma pinta escura. Já os não melanomas aparecem sob a forma de lesões que não cicatrizam.

O descuido com a pele durante a exposição solar e o envelhecimento da população foram as causas listadas pelos especialistas para o aumento do índice.

Por isso, o departamento de Oncologia Cutânea da Sociedade Brasileira de Dermatologia reforça a importância da proteção diária, por meio do filtro solar e menor exposição ao sol, e realização de exames dermatológicos periódicos.

Fonte: regiãonoroeste.com

Compartilhe este post!

Post by admin

Posts Relacionados